Stella Maris Rezende

Publicado: 19/12/2010 em Uncategorized

Olá pessoas! Acabei de chegar de uma prova de concurso, de uma escola técnica, e fui correndo ligar o notebook para fazer o tal post surpresa que eu havia comentado. Estava doido para começar! Disse a ela que iria começar ontem, mas nem deu, porque ontem eu postei o do Rock In Rio, agora chega de enrolação, vamos ao que interessa!

Tia Stela em nosso último encontro na FNLIJ, no dia do lançamento do livro "Maravilhosa e inesquecível idéia de amar"

Esse é pro meu público de jovens leitores, que gostam de ler, são apaixonados por leitura, não só pra quem é jovem, e para os adultos que gostam de uma boa história mineira, Stella Maris Rezende é atriz, mestra em Literatura Brasileira pela Universidade de Brasília, professora, artista plástica, dramaturga, mas como diz ela, “… o que eu mais sou mesmo é escritora, uma contadeira de histórias fascinada pelas palavras e pelas entrelinhas”.

– Biografia:

Nasci ali juntinho da Serra da Saudade
Minas Gerais, Dores do Indaiá
Meu nome, Stella Maris
Eu sou estrela-do-mar

Stella Maris, tia Stella, pros mais intimos, brincadeira, eu já questionei sobre chamá-la de tia, ela disse que adora, “Acho uma forma carinhosa de me tratarem”, revela ela, que nasceu em Dores do Indaiá, viveu parte da infância em Belo Horizonte e em 1962, mudou-se para Brasília, e desde 2007, reside aqui, no Rio de Janeiro.

No final dos anos 70 e no início dos anos 80, interpretou a personagem Fada Estrelazul do Programa Carrossel (TV Manchete / Record) e a Tia Stella do Programa Recreio (Record / Brasília), talvez aí, eis o motivo de gostar de ser chamada de tia. Tem várias dezenas de livros publicados, dentre novelas, romances, crônicas, poemas e uma peça teatral, pro público adulto e o infanto-juvenil.

"O último dia de brincar", o livro mais premiado de tia Stella.

“Tive a alegria de receber vários prêmios importantes”, revela ela em seu site, estão aí: Prêmio Nacional de Literatura João-de-Barro (1986, 2001 e 2008), Prêmio Bienal Nestlé/categoria infanto-juvenil (1988), Altamente Recomendável para Jovens/FNLIJ para vários livros, Redescoberta daLiteratura Brasileira/Revista Cult/categoria conto (2002), Menções Honrosas da Câmara Brasileira do Livro (1987 e 1988), Prêmio Fundação Biblioteca Nacional/ Bolsa para Autores com Obra em Fase de Conclusão (2007), Prêmio Literatura Para Todos/categoria conto/MEC/2008 e 3 indicações ao Jabuti. Meus livros são recomendados em revistas e catálogos de países latino-americanos e europeus. O livro mais premiado, Último dia de brincar (1987), está entre os melhores livros de Literatura Infantil do Século XX, Programa Nacional Biblioteca na Escola/FNDE/MEC. (Extraído de seu site na internet, http://www.stellamarisrezende.com.br/index.php)

Na era digital, tia Stella não poderia deixar de estar, então vai aí os links para vocês saberem mais e mais!

Seu site, www.stellamarisrezende.com.br
Tia Stella está também no

Twitter
Orkut
– E no Facebook
– E eu, como amigo, fã e admirador de seu trabalho, criei uma comunidade no orkut, um fã-clube, quem se interessar, favor, participar. rs’

“Quem quer escrever, escreve.
Principalmente, se terminou de ler um livro maravilhoso.
Um livro maravilhoso escreve outros livros dentro da gente.
É preciso saber ler esses livros dentro da gente.”

(Esses livros dentro da gente – Uma conversa com o jovem escritor) – Meu livro preferido. ;D

“Eu disse que sou escritora.
Mas para que isso seja intenso e verdadeiro, sou leitora, a todo instante, de modo apaixonado, com angústia e com alegria, sou leitora, cada vez mais.”

Stella Maris Rezende

Nossa primeira vez na FNLIJ, junto com a tia Stella, nem todos nessa foto são conhecidos, mas participaram do lançamento, que foi maravilhoso.

Bem pessoal, gostaram da surpresa? Eu adorei conhecer Stella Maris, adoro ser seu amigo, adorei escrever sobre ela, lembro como se fosse ontem o dia em que nos conhecemos, estávamos na FNLIJ, iria acontecer o lançamento do livro “A filha da vendedora de crisântemos”, de sua autoria,  eu e meus amigos havíamos sentado para lanchar, e de repente, aparece tia Stella e nos convidou para assistir o lançamento do livro, foi tudo muito bom, havia uns puffs, sentei ali e não queria levantar mais, tia Stella tem o poder de te envolver em suas palavras, engraçadinhas, com um jeitinho mineiro, foi como se estivesse hipnotizado com toda a situação, e depois do lançamento, houve conversa com a ela, ah, não posso esquecer jamais da tia Anamaria, sua agente literária, tia Ana bateu muitas fotos nesse dia, não sei, mas ela cismou comigo de tal forma que ela bateu várias fotos minhas, eu estava até ficando sem graça [haha’], mas adorei tudo aquilo! Hoje em dia, somos grandes amigos, as letras nos aproximou, as palavras nos juntou e o tempo foi criando uma moldura pra deixar tudo mais bonito. Tia Stella e eu lembramos até hoje, eu, como sou o mais bobão, fui o primeiro a falar com ela quando ela nos fez o convite, houve pessoas que me puxaram e disseram baixinho: “E se eu não gostar? Vou perder tempo.”, eu respondi: “Cala a boca e vamos, vai ser legal, tô te falando”, e hoje, somos grandes amigos, eu, meus amigos e elas, e o grupo tende a crescer, cada vez mais, eu e meus amigos incentivamos a ida à FNLIJ e à Bienal, sempre estamos envolvidos na organização do passeio pelo colégio, e sempre apresentando os novos amigos a tia Stella, que adoram conhece-la, tia Stella te leva a um mundo antigo, onde as coisas eram mais simples, tudo muito simples, te faz se pôr no lugar do personagem e se deliciar com as histórias vividas por eles.

Espero que vocês tenham gostado de ler o post o tanto quanto eu gostei de escrevê-lo, foi só uma responsabilidade enorme! Escrever sobre uma escritora com erros de gramática, é tenso! haha’ Mas de qualquer forma, foi muito muito muito BOM fazer o post, e convido a todos a comparecerem nos lançamentos de livros aqui no Rio, na FNLIJ e na Bienal, tenho quase certeza de que haverá um na FNLIJ, na Bienal já não tenho tanta certeza, mas assim que for marcado, eu passo para todos, ok?

Fico por aqui, morrendo de saudades da tia Stella e da tia Ana, que faz tempo que não as vejo, e sempre desejando tudo de bom e mais sucesso do que já faz!

Beijos e abraços.

DanielRibeiro’ xD

mas o que ssdsdeu mais sou mesmo é escritora, uma contadeira de histórias fascinada pelas palavras e pelas entrelinhas.
Anúncios
comentários
  1. Tia Stella , querida !
    Amigo amei seu post , você tem talento pra escrever.
    Siga os conselhos de tia Stella do livro: ” Esses Livros Dentro da Gente (Uma conversa com o jovem escritor)” que você vai longe.
    tia Stella é uma escritora maravilhosa e confesso que sinto saudades , quero comprar ” O Ultimo Dia de Brincar ” pra mim , esse livro lindo .
    Beeijos , lindo post .

  2. Amiiiigo , ameey o seu post ! Vira eescritor , aprenda com ela .
    Tia Stella , que linda , que saudades . Maravilhosa escritora .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s